Sociable

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Triple Crown: de 12.11 - 20.12

E está aberta a temporada havaiana... o inverno havaiano é o início do fim de mais um ano de surf profissional. O circo já está armado e aguardando os 3 ultimos campeonatos de surf do ano. Apesar do título mundial ja ser do careca, a Triple Crown é um campeonato a parte e que todos querem levar.
De 12-23 de novembro começa com um 6* em Haleiwa. http://vanstriplecrownofsurfing.com/reefhawaiianpro2011
De 25-06 de dezembro continua com o Prime de Sunset o qual Raoni é o atual campeão. http://vanstriplecrownofsurfing.com/vansworldcupofsurfing2011
E finalmente de 08-20 de dezembro rola a ultima etapa do mundial, o tradicional Pipe Masters na onda mais sinistra (ao lado de teahupoo) do tour. http://vanstriplecrownofsurfing.com/billabongpipemasters2011
Estes 40 dias de surf já foram mais importantes, ja que ali decidia-se os surfistas que iriam integrar o WT do ano seguinte. Continua assim, mas agora tem-se 2 chances ao ano.
Grande oportunidade para Willian Cardoso, Thiago Camarão e Jessé Mendes que estão na porta de entrada mas que precisam de resultados expressivos pra carimbar o passaporte rumo ao WT.
Alguns dos tops brasileiros, como Medina por exemplo, só irão correr Pipe, que é realmente o que interessa, mas por outro lado, ja que o mundial já está liquidado, vencer uma triple crown não seria nada mal, ainda mais no momento que o surf brasileiro vive...
Esperamos pra ver...

Em Haleiwa, 16 brazucas estarão na briga. Raoni, Alejo, Adriano e Jadson estão confirmados. E os gringos que se cuidem pois o Brasil chegou! #BrazilianStorm

E pra deixar a vibe lá em cima, relembrem a vitória de Raoni nas ondas havaianas...

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Rip Curl Pro Search: San Francisco - MEDINA WINS (again)

Que dia... não sei o que é melhor, vencer o careca ou vencer o campeonato e em cima do Parko!!!!!
2 títulos em 4 disputados... nunca alguém fez isso (no masculino, pois a Gilmore o fez no feminino)
Já ta virando rotina comemorarmos um título, não se isso é bom ou ruim. Daqui a pouco não vai mais ter aquele gostinho será?
Houston, we have a problem! Já estão acabando o estoque de críticas dos gringos! Pra quem dizia que só sabiamos surfar beachbreaks de 0,5m frontside.... Teahupoo o bruninho ja guardou, Raoni levou no Hawaii, ondas tubolares o Mineiro deu show semana retrasada, agora ondas de backside do menino mais secado do tour também foi.... Tá complicado, acho que só lhes restam falar que nenhum brasileiro ganhou Pipe, POR ENQUANTO!
Nunca ninguem imaginou ver uma imagem desta:
Curtam os vídeos da SEMI principalmente e da final: http://www.live.ripcurl.com/?aid=1791&q=Search11Finals

Mas o que vai dar o que falar ainda são esses floaters... Engraçado que ninguem fala nada agora né?! O mundo dá voltas...

Tanto é que Adriano de Souza não é de deixar barato e o clima tá tenso entre os tops no twitter...
Cutucada do Mineiro:
@MineirinhoSurf
Now I understand why everyone complained about my 8pt floater? Should have been a 9pt.what u think @joelparko?
Resposta do careca:
@ kellyslater
@MineirinhoSurf @joelparko should I bite on this one? I've got good replies for you.
há 11 horas
E o salame:
@joelparko
@kellyslater wave was sick! @MineirinhoSurf your wave was sick.I don't really care about who's better at what mate.we all enjoy our surfing

#BrazilianStorm

Curtam o vídeo abaixo e tirem suas conclusões... Não é nem a questão de qual floater foi melhor... a questão é: E Agora vão dizer o que do floater do careca?

sábado, 5 de novembro de 2011

Ex-Futuro Undecacampeão

Que Slater será 11x campeão mundial, ninguém tem dúvida. Apenas foi adiada a oficialização.
Primeiro a glória, orgulho de coroar o careca novamente, imprensa mundial noticiando a parte boa da história. Algumas horas depois... Motivo de piada, vergonha mundial, novamente nas mais diversas mídias pelo motivo inverso...
A vontade de dar logo esse título era tanta, a afobação da ASP era tão grande que nem uma prova-real ou uma simples revisão nas contas foi feita. Moral da história... O surf perde com isso. Pra uma associação que estava se comparando com a ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), foi um belo tiro no pé à instituição que acabara de implantar um novo sistema na pontuação e que resultou muita controvérsia com vários surfistas. Bobby Martinez ganhou mais alguns seguidores depois dessa.

Bobby Martinez (Twitter)
"ASP! DAM U GUYS FUKED UP AGAIN! HAHAHAHAHA ASP IS A FUKEN JOKE! HAHAHAHAHA DREAM TOUR! CAN WE FINE THE ASP FOR BEING FUCK UPS! HAHAHA!!!!!"
and
"ASP DONT EVEN NO HOW TO WORK THERE OWN NEW TENNIS SYSTEM! HAHA FUKEN IDIOTS LEAVE TENNIS SYSTEM TO THE TENNIS PLAYERS U DUMB FUCKS! HAHA"

Os rumores apontam que um tal de "Mark" descobriu o erro, tentou comunicar alguém que o desse atenção, Slater ficou sabendo, comunicou sua equipe, amigos e familiares, refizeram as contas e comunicaram à ASP, como noticia o blog local "sfgate":

" This was the moment of truth. Slater could have blown off the comment as folly, and nobody would have been the wiser. The title would be his, then and forever. But that’s not Slater. The remark sparked his curiosity, and he did the math himself, over and over again. Presto — that guy named Mark was correct.

“Kelly immediately began contacting people about this thing,” his agent, Terry Hardy, told the Chronicle (Slater made himself unavailable for comment). “He wasn’t going to be able to live with himself if he won the title unfairly. He’s going, ‘We gotta call the ASP and let ‘em know.’"

Vejam o que o brasileiro Renato Hickel, Manager da ASP, falou sobre o assunto no site Waves.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Rip Curl Pro Search: San Francisco

BATERIAS DIVULGADAS:

1 - Joel Parkinson (AUS) x Taylor Knox (USA) x Adam Melling (AUS)
2 - Adriano de Souza (BRA) x Jadson André (BRA) x Dane Reynolds (USA)
3 - Taj Burrow (AUS) x John Florence (HAW) x Daniel Ross (AUS)
4 - Jordy Smith (ZAF) x Dusty Payne (HAW) x Tom Whitaker (AUS)
5 - Owen Wright (AUS) x Fred Patacchia (HAW) x Dillon Perillo (USA)
6 - Kelly Slater (USA) x Kai Otton (AUS) x Dean Brady (USA)
7 - Julian Wilson (AUS) x Tiago Pires (PRT) x Patrick Gudauskas (USA)
8 - Michel Bourez (PYF) x Raoni Monteiro (BRA) x Matt Wilkinson (AUS)
9 - Gabriel Medina (BRA) x Miguel Pupo (BRA) x Kieren Perrow (AUS)
10 - Bede Durbidge (AUS) x Adrian Buchan (AUS) x Travis Logie (ZAF)
11 - Mick Fanning (AUS) x Damien Hobgood (USA) x Chris Davidson (AUS)
12 - Josh Kerr (AUS) x Alejo Muniz (BRA) x Brett Simpson (USA)

San Francisco:

terça-feira, 25 de outubro de 2011

O surf não pára!

Enquanto ainda comemoramos as históricas 2 vitórias consecutivas no WT na perna Européia, a corrida pelo acesso ao WT no WQS pega fogo com vários eventos em sequência. Além disso, a segunda etapa do Mundial Pro Junior acontece no Rio. Como se não bastasse, acontece na China o histórico Swatch Girls Pro, primeiro campeonato de surf realizado pela ASP no gigante oriental. Façamos um rápido apanhado dos eventos citados.


Os 6 Estrelas no Brasil - Pra começar, Kolohe Andino, de apenas 17 anos, papou em sequência os dois eventos 6 estrelas realizados no Brasil (Ubatuba e Rio de Janeiro). O que podemos dizer que foi uma espécie de vingança depois da brazilian storm no Prime em Trestles (quintal de casa do Kolohe), que culminou com a vitória do de Miguel Pupo. A jovem esperança americana, está praticamente garantido para a próxima rotação do WT. Suas vitórias, dificultam, mas não impossibilitam as chances de entrada dos dois brasileiro com maiores chances:Thiago Camarão(ficou nas quartas nos dois eventos perdendo pra Kolohe em ambos) e Jesse Mendes (37° em SP e 5° no Rio). Apesar de não ideais, com esses resultados os dois brasileiros trocaram scores e subiram no ranking. Camarão é o 38° e Jesse o 41°.


Kolohe Andino followed up his SuperSurf Internacional victory by winning the Quiksilver Brasil Open of Surfing, moving him to No. 28 on the men's ASP World Ranking.
Kolohe frusta brasileirada, e fatura 2 eventos no Brasil.

O'neil Cold Water Classic - Santa Cruz/Califórnia. Evento Prime - A corrida continua. Começa amanhã (26/10) a última de três etapas das séries Cold Water Classic, eventos realizados em locais de água gelada para homenagear o criador das roupas de borracha, Mr. O'neil. Por ser um evento Prime, representa uma oportunidade de ganhar muitos pontos no ranking de acesso. Estarão presentes cerca de 22 surfistas do WT (dos brasileiros Mineirinho, Jadson e Heitor não correm.Este último apesar de inscrito não deve comparecer). Além deles, continuam na caça aos preciosos pontos de acesso, nossos surfistas Thiago Camarão, Jesse Mendes, Junior Faria, William Cardoso, Hizunome Betero, entre outros, totalizando 15 brasileiros. Assista ao vivo em:




A situação do Ranking de acesso - Embora pareçam um pouco distantes do tão sonhado acesso ao ranking, os brasileiros tem boas chances de conseguirem. Isso porque o ranking atual não representa a real situação dos surfistas, já que ele considera scores que expiram até o fim do ano. Pra se ter uma idéia, se todos que estão na disputa para entrar ou se manter no WT, não competissem mais esse ano, ou perdessem no primeiro round de todos eventos a rotação ficaria assim:


28. Raoni Monteiro, 19.750
29. Tiago Pires, 19.248
30. Thiago Camarão. 19.130
31. Jesse Mendes, 18.342
32. Adam Melling, 18.100
33. Chris Davidson, 17.300
34.Dusty Payne, 16.875
35.Matt Wilkinson, 16.750
36.Taylor Knox, 16.279


Um tanto diferente do ranking atual não é? Mas isso indica que muitos atletas precisam correr atrás de bons resultados até o fim do ano, para substituir seus scores que vão expirar.


Mundial Junior - No dia seguinte ao fim do 6 estrelas do WQS no Rio de Janeiro, iniciou-se a segunda Etapa do Mundial Junior da ASP, no mesmo pico, Arpoador. A primeira em Bali, teve como vencedor o aussie David Cathels (Caio Ibelli e Peterson Cristanto ficaram em 5°). Na etapa brasileira, completado o Round 2 nas ondas de meio metro do Arpoador, contamos 5 baixas brasileiras:Michael Rodrigues, David Silva, Gustavo Machado, Thiago Guimarães e João Abreu. Permanecem ainda vivos outros 10 brazucas entre eles, Caio Ibelli, Filipe Toledo, Peterson Crisanto,Ian Gouveia, Marcos Fernandez, etc. Acompanhe ao vivo:




Negócio da China - Swatch Girls Pro China - O mundo do surf mira o gigante oriental, potência política-econômica e mercado promissor. Começando na quarta-feira (26/10) na China o histórico primeiro evento da ASP realizado no país. É a segunda etapa do Mundial de Longboard Feminino. As representantes brasileiras são Chloe Calmon e Karina Bras.
Site do evento:


Open Event Site