Sociable

domingo, 19 de junho de 2011

Quiksilver Pro Portugal - Julian Wilson Wins

Julian Wilson estraga prazer.
Não teve jeito, o aussie tirou o dia pra arrasar os brasileiros.
O domingo de sol e com bom público começou bem pro Brasil, com Medina (foto) escovando o frances Jeremy na 1ª heat das quartas fazendo a maior nota do campeonato, assim como John John fez com Pat Gudauskas, ambos na casa dos 18x12. Na Heat 3 Miguel Pupo mandou muito bem e despachou o aussie Dion Atkinson. O outro semifinalista foi Julian que eliminou o até então, maior destaque do contest, Jay Quinn.
Nas semi, Medina quase deixou o havaiano em combination, dominou do início ao fim e avançou à final.
As esperanças voltaram-se pra Miguel Pupo e para uma final verde-amarela. Mas Julian arrancou 2 highscores nas 2 primeiras ondas e decidiu a bateria ali, Pupo sentiu, não se achou mais na bateria e ficou com uma segunda nota 3,50. Mas mandou muito bem no campeonato, somando 4225 pontos + US$11.000 de premiação e de quebra na 25ª posição entre os classificados pro WT no próximo refresh (Ranking).
Na grande final, assim como na semi fez 2 highscores nas 2 primeiras ondas e deixou Medina em combination. O paulista não conseguiu achar nenhuma boa onda e Julian fechou o caixão com um 9,80 e no fim jogou terra em cima com um 9,57, com a maior somatória do evento. Das 7 maiores notas da final, Julian era dono de 6 delas.
Ótimo resultado pro Medina, um resultado expressivo de backside que lhe faltava e rendeu US$20.000 e importantíssimos 5.200 pontos, pontos esse que o colocou na 18ª colocação, tornando-se o 2º melhor brazuca no Ranking, atrás apenas de Adriano de Souza.

FINAL DAY:
Quartas
Gabriel Medina 18,37 x 12,33 Jeremy Flores
John John Florence 18,03 x 12,43 Patrick Gudauskas
Miguel Pupo 13,84 x 10,17 Dion Atkinson
Julian Wilson 14,26 x 9,40 Jay Quinn

Semi
Gabriel Medina 17,00 x 13,67 John John Florence
Miguel Pupo 11,37 x 17,04 Julian Wilson

Final
Gabriel Medina 12,83 x 19,37 Julian Wilson

Nos vemos dia 4 de Julho em Ballito, na África do Sul.

Um comentário: