Sociable

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Nike US Open: Rounds 3 e 4

Mais um dia negativo pros brasileiros em Huntington Beach.
Muitas baixas, atuações fracas, erros de estratégia e um pouco de falta de sorte. Estes foram os fatores que fizeram os brasileiros serem eliminados um a um no Prime da Nike, exceto Thiago Camarão (foto), que salvou o dia e está na repescagem do round de 12.
Hizunome perdeu pro americano Geiselman por 0,83 e surfou apenas 2 ondas em toda a bateria. Não conseguiu trocar um 2,77.
Jessé Mendes não se achou em sua bateria contra Kolohe, deixou ondas passarem, caiu nas importantes e não conseguiu tirar mais que 4,00 pontos.
Jadson foi outro que não teve tanta sorte e competência. Ficou a bateria toda tentando seu famoso frontside 360 air e não acertou nenhum, de quebra quebrou 2 pranchas, uma durante sua bateria e outra no fim na base da porrada e ficou precisando de um 5,00 que não veio.
Thiago Camarão caiu na água com a troca da maré e ventando um pouco. Arrancou duas notas medianas (6,00 e 5,77), e Jeremy não conseguiu achar uma 2ª onda e foi eliminado pelo brasileiro.
Miguel Pupo surfou na última bateria do dia contra JJ Florence. Pegou 2 ondas boas mas que não foram tão valorizadas e foi eliminado por um John John iluminado, com ondas boas e manobras sinistras, fechando o caixão do brazuca no fim com um aéreo animal e marcando 8,50.

No Round 4 (No Looser) os surfistas não tem tanta pressão já que ninguém é eliminado e voaram, entubaram e espancaram a onda. Slater fez a maior somatória (com juizes bem "bondosos"), fez 18,77 em 2 tubos, mas bem suspeitas as notas. Taj deu uma manobra que @SheaLopez via twitter afirmou ser a manobra do ano.
Thiago Camarão caiu na última bateria contra Royden e JJ Florence. Surfou melhor, fez a melhor manobra, mas a juizada o freou e perdeu por 0,37 para o Sul-Africano. Agora ele surfará amanha por volta das 13:00hs (horário de Brasília) na repescagem contra Yadin Nicol.

Highligts do Round de 48:

Nenhum comentário:

Postar um comentário